Home / PT NO PARLAMENTO / Dilvanda Faro reúne com titular da Sespa para tratar de ações de combate à pandemia
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Dilvanda Faro reúne com titular da Sespa para tratar de ações de combate à pandemia

Nesta terça-feira, 26, a deputada estadual Dilvanda Faro (PT) reuniu-se, por webconferência, com o titular da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Alberto Beltrame, para tratar sobre o panorama e ações do Governo do Estado no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus no Pará. A reunião durou 7 horas e contou com a participação de outros deputados da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa).

Vários assuntos foram abordados, entre eles os deputados questionaram as principais ações, tais quais a compra de respiradores, ampliação do número de hospitais de campanha, subnotificações de casos e óbitos de pessoas com covid-19, distribuição de medicamentos no interior e protocolos de atendimento.

Entre as solicitações, os parlamentares pediram apoio ao titular da pasta da saúde para reforçar o atendimento no hospital de Tucuruí, já que atende maior demanda da Região dos Lagos. Mas o secretário informou que o hospital atende pacientes com câncer e que por isso não tem como transformá-lo em hospital de portas abertas para atendimento específico para covid-19.

Em sua explanação sobre o cenário da doença, o secretário afirmou que a curva sobre os casos de covid vem diminuindo na Região Metropolitana de Belém. Também destacou o atraso das notificações por parte de prefeituras, situação que provocou alteração nas estatísticas.

“Os municípios estavam enviando informações com atrasos e isso implica na notificação. Os testes rápidos continuam sendo notificados pelas prefeituras e da mesma forma, é percebido com os óbitos. Em relação a óbitos, até 10 de abril foram 23 óbitos no Pará, quase todos na RMB. Não havia subnotificação ou retardo. A secretaria está buscando dados do sistema de óbitos que não estavam sendo notificados pelos municípios para que que as informações estejam corretas para a população”, explicou Beltrame.

Sobre os respiradores, o secretário informou que atualmente o Pará possui 580 respiradores, distribuídos em UTIs em várias regiões do Pará e que a empresa fornecedora dos equipamentos está efetuando o pagamento aos cofres do governo, conforme acordo na justiça.

Nos últimos dias o governo do Pará reforçou a Rede Pública de Saúde com novos 130 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em várias regiões do Estado. O trabalho é resultado de ação conjunta do governo estadual com o Ministério da Saúde, garantindo o aumento para 520 a quantidade total de vagas para tratamento de casos graves da doença.

*Com informações de Mara Barcellos, AID/Alepa

Por Camila Barros – Assessoria Dep Dilvanda Faro.

Além disso, verifique

Foto: Bruno Kelly/Reuters

Plano emergencial visa atender povos indígenas no combate à Covid-19

Segundo levantamento da Federação dos Povos Indígenas do Pará há registros de óbitos de indígenas ...