Home / Sem categoria / Pará recebe Seminário do Fórum PT Amazônia
amazonas-amazonia-foto-marcioferreiraagenciaparafotospublicas-2-780x440

Pará recebe Seminário do Fórum PT Amazônia

Evento do PT, em parceria com a Perseu Abramo e movimentos sociais, vai discutir legado, próximos desafios e retrocessos de Michel Temer na Amazônia

IMG_4960

 

 

Debater a Amazônia, desde o legado deixado na região pelas gestões petistas além dos novos desafios frente aos retrocessos impostos pelo governo usurpador de Michel Temer. Esse é o objetivo do Seminário do Fórum PT Amazônia, que vai acontecer entre os dias 28 e 30 de setembro, em Santarém (PA), e contará com a presença da presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

Quem está na organização do seminário é a membro da Executiva Nacional do PT e secretária nacional de coordenação regional, Fátima Cleide.

Segundo Cleide, o Fórum PT Amazônia existe desde 1999 e já organizou diversas conferências e encontros sobre a região. No início do próximo ano, acontecerá a 4ª Conferência da Amazônia, e o Seminário desta semana servirá para organizar o evento.

“A pauta do Seminário é uma discussão inicial sobre o que nós propusemos na e para a Amazônia nos últimos 28 anos, e aqui entra o que nós construímos de propostas, o que foi executado nos nossos governos, que é o legado, e os desafios daqui para frente”, destacou.

Entre os legados dos governos do Partido dos Trabalhadores na Amazônia, Fátima Cleide lembrou do programa Amazônia Sustentável, que reuniu de fato as expectativas e ações na região.

“Muita coisa que o governo fez na Amazônia tinha a ver com aquilo que foi planejado no programa Amazônia Sustentável, que infelizmente ficou no meio do caminho”, enfatizou.

Diante dos retrocessos do governo golpista de Michel Temer, principalmente na região, o Seminário do Fórum PT Amazônia se torna ainda mais necessário e urgente, defendeu Cleide.

“É urgente rearticular o Fórum, realizar o Seminário e realizar a 4ª Conferência. Não tem só esse atraso com relação às questões ambientais, no que diz respeito, por exemplo, à Renca. Tem também um retrocesso com relação às propostas de desenvolvimento da Amazônia, tem retrocesso nas questões que dizem respeito aos povos quilombolas, aos povos indígenas, às questões agrárias com o aumento da violência no campo com relação, são chacinas atrás de chacinas”.

Como parte da programação, no dia 29, haverá um ato público, político e cultural ‘Ocupar a Orla de Santarém’, em defesa da Amazônia.

Ao final, o Seminário redigirá a Carta de Santarém. “É nossa prática já nas atividades do Fórum sempre finalizar com uma carta, que expresse o momento conjuntural que a gente vive na Amazônia”, explicou Cleide.

O Fórum PT Amazônia não se limita aos estados do Norte e reúne parlamentares da Amazônia, gestores, presidentes dos diretórios estaduais do PT e os membros do diretório nacional do partido, além de lideranças dosmovimentos sociais com atuação na Amazônia.

“Nós trabalhamos com a lógica geopolítica da Amazônia Legal. Então é muito comum se encontrar lideranças do Maranhão conversando conosco, lideranças do Mato Grosso, porque a gente sempre teve essa unidade de ação no que se refere a políticas para a Amazônia Legal”, afirmou.

Brasil que o Povo Quer

Além desta pauta, o encontro de Santarém também servirá para lançar a plataforma “Amazônia que o Povo Quer”, como parte da discussão nacional “ Brasil que o Povo Quer”.

A plataforma nacional foi lançada na última quinta-feira (21), pelo Instituto Lula, PT Nacional e Fundação Perseu Abramo, e tem como objetivo ouvir as pessoas, de maneira transparente e inclusiva, para a formulação do programa de governo de 2018. A ideia é elaborar um novo projeto pensando o Brasil pós- golpe, as retiradas dos direitos e as novas demandas da população brasileira.

A secretária de organização do PT e membro da executiva nacional, Gleide Andrade, também estará presente ao Seminário para divulgar a campanha nacional de filiação ao partido.

Por Luana Spinillo, da Agência PT de Notícias

Além disso, verifique

IMG_8255

Em audiencia pública, centrais sindicais homenageam sobreviventes perseguidos durante a ditadura militar

Em audiência pública, realizada hoje (6), na sede seccional da Ordem dos Advogados do Brasil ...